Festas que poderiam ter sido perfeitas!

Festas que poderiam ter sido perfeitas!

Elegante!

Tô de olho! rs

Não basta ter vontade ou condições financeiras para fazer uma boa festa, venho dizendo isto há anos.

Bom senso, cultura, alegria de viver e receber, educação, visão global e algum dinheiro para gastar na festa, são tão básicos quanto contratar um organizador para a mesma que tenha o mesmo padrão de vida e expectativas de sucesso que você. Senão, vai desequilibrar e pode tombar!

Forçar a barra na lista de convidados tem produzido grande mal estar entre alguns convidados. E lembre-se, nem todos os eventos que você faz  tem que ter sempre as mesmas pessoas… nem todas as pessoas podem combinar com o seu evento ou com o grupo que estará ali, e as pessoas devem entender isto e aproveitar a vez em que são convidadas. E não se esquecer de agradecer depois! Assuntos diferentes, não? Então vamos misturar mesmo. Adoro.

Os profissionais de mailing e o próprio anfitrião às vezes cometem o equívoco de convidar para o mesmo ambiente pessoas que não se toleram. Nem todos tem a educação para comportar-se bem numa situação destas, e sequer poupam o anfitrião de energias ou atitudes ruins. Alguns  se preocupam mais em ter figuras conhecidas da sociedade e da mídia do que amigos ou a turma que se diverte e o admira. A festa fica fria, esnobe, num desfile perigosíssimo de tendências que poucas sabem fazer uso. Principalmente agora que as bolsas de marca, algumas até com boas cópias, são vendidas na Feira do Paraguai. Ai ai.

Economizar na quantidade de manobristas, que é um dos serviços mais baratos que tem numa festa, é o primeiro e grave erro que irrita já na chegada,  o segundo, é economizar no espumante e não servi-lo gelado. Servir um espumante demi-sec deveria dar direito a mandar prender o anfitrião. Rs. Superestimar a capacidade de alguns profissionais que são excelentes num serviço é outro grave equivoco. Às vezes a festa está lindíssima, mas os convidados se espremem para passar entre as mesas. Ou a quantidade de mesas para os buffets ou bares de bebida foi tão pequena, que graças ao bom Deus, os convidados se contentam em rever amigos e conversar muito para se distrair ou, ainda, se acabam na pista de dança, para fazer valer o investimento de presente, salão, passagens, hotel ou traje. São erros tolos que, se evitados, tornariam as festas perfeitas.

Acredito e continuo acreditando que o mais importante investimento numa festa é a assessoria competente. Não basta ter cultura, fazer viagens, frequentar e receber. O conhecimento técnico é pré – requisitos  para quem trabalha com organização de festas.