Brasilia Capital Moto Week 2017

Como pilota de motocicletas (BMW e Harley), amante e entusiasta das duas rodas, volto a escrever sobre o terceiro maior evento de motociclismo da América,  no Brasil, o maior da América Latina, o Brasilia Capital Moto Week (antigo Moto Capital); solicitando a quem tem acesso aos organizadores, que levem este texto até eles! Afinal, além de motociclista, sou gestora de eventos ha muitos anos! Obrigada!

PILOTAS E PILOTOS:

O evento cresceu , amadureceu e está cada vez melhor, mas creio que as mulheres ainda não receberam incentivo à maior participação e nem um espaço adequado no evento. O do ano anterior estava mais legal do que este. Para mulheres só tinha um salão de beleza e brindes de copinho; o restante das lojas eram de produtos unissex. Ainda somos subestimadas pela organização – que deveria fazer consultas a nós mulheres motociclistas. O maior publico do evento ainda é masculino, mas tenho certeza que, se houver uma deferência às mulheres, mais mulheres virão à Brasilia para o BCMW, que venderá mais, porque mulheres são ótimas consumidoras. Porque além das garupas se sentirem mais motivadas, virão também as pilotas. Tenho algumas sugestões a compartilhar com os organizadores, se quiserem.
Por sorte  acessórios existem na mesma quantidade para homens e mulheres. nas lojinhas, mas longe de trazerem novidades; as roupas de pilotagem, botas de pilotagem e outros acessórios de pilotagem e segurança nunca tem grade completa ou variedade como tem no mundo masculino de motociclismo.

ACESSO E CIRCULAÇÃO:

Já está na hora de separar acesso de moto do acesso de carros. Muito chato e perigoso nós motociclistas disputarmos espaço com os carros que não respeitam, na sua maioria, os motociclista; apesar de quererem participar de um evento que é principalmente para os motociclistas, então, prioridade para nós! ok? No acesso ao evento pode ser separado um lado da pista só para motos (lado direito que dá acesso à entrada e estacionamento das motos dentro do evento) e outro só para carros ( lado esquerdo que dá acesso ao estacionamento de carros, que é localizado à frente do evento)
Também separar lá dento a circulação de pedestres e motos nas ruas internas do evento. Sugiro fazerem o acesso de moto no sentido transversal à rua das lojas , bares e alimentação e deixar as duas ruas entre as lojas somente para pedestres. Facilitará a todos. Pelo menos sexta a noite, sábado e domingo da manhã a noite, que sao os dias mais cheios.Ou mesmo nas noites de show mais badalados.Assim, se respeitará todo mundo: pedestres, motociclistas e motoristas de carros.Por sorte  acessórios existem na mesma quantidade para homens e mulheres. nas lojinhas, pois vendem muito para as garupas; Mas roupas de pilotagem, botas de pilotagem e outros acessórios de pilotagem e segurança nunca tem grade completa ou variedade como tem no mundo masculino de motociclismo.

ACESSO PEDESTRES: TEMPO DO RONCA.

Filas enormes e demoradas. Que tal os organizadores investirem num sistema melhor de acesso? Convidamos nossos amigos e familiares que penaram para entrar. Sugiro cadastramento, venda de ingressos e impressão de cartões ou pulseiras de acesso entregues até uma semana antes do evento, por exemplo. Acesso digital, mais rápido, mais moderno. Ou sistema de RFID com pulseiras ou cartões ou cordões, aliás, vendo este serviço para eventos, ok organização?

Também separar lá dento a circulação de pedestres e motos nas ruas internas do evento. Sugiro fazerem o acesso de moto no sentido transversal à rua das lojas , bares e alimentação e deixar as duas ruas entre as lojas somente para pedestres. Facilitará a todos. Pelo menos sexta a noite, sábado e domingo da manhã a noite, que sao os dias mais cheios.Ou mesmo nas noites de show mais badalados.Assim, se respeitará todo mundo: pedestres, motociclistas e motoristas de carros.Por sorte  acessórios existem na mesma quantidade para homens e mulheres. nas lojinhas, pois vendem muito para as garupas; Mas roupas de pilotagem, botas de pilotagem e outros acessórios de pilotagem e segurança nunca tem grade completa ou variedade como tem no mundo masculino de motociclismo.

CARTAO DE PAGAMENTO: BAR

Interessante o sistema de pagamento no Moto Bar. Fica a pergunta: o crédito que sobrou no cartão, poderá ser usado no Evento do ano vem? Como reaver o crédito, agora?

SHOWS:

Excelentes os shows! Mas quem não consegue chegar perto do palco, não escuta bem e muito menos enxerga. Sugiro colocar 2 telões laterais para a galera do fundão, acompanhados de boas caixas de som.

ALIMENTAÇÃO:

Para quem gosta de comidinhas gordas, é ótima! rs. Não localizei oferta saudável ou magra, rs; comi antes ou depois do evento, mas todo mundo elogiou a variedade. Senti falta do Truck de pasteis finos e compridos dos outros anos.

BARRACAS:

Excelentes! Cada Moto Clube ou Moto Grupo aluga sua tenda e ali faz o que entende ser melhor. Fui convidada novamente a tenda dos MAD e considero a melhor tenda do evento! Banheiros alugados de primeira linha, com  descarga de água, pia, local para trocar de roupa; espaço para camping, cozinha completa, lounge e palco onde assisti a show excelentes da Mama Roseta e outro grupo de Rock

LAVAGEM DE MOTOS:

Senti falta de lavagem de motos, principalmente para quem viajou de longe para cá. Acho que pode ser uma idéia a ser pensada para funcionar durante o dia, dentro do evento.

PORTO SEGURO

Uma graça as gentilezas da Porto para seus associados: atividades e caricatura. Só precisam encontrar um profissional quem faça uma caricatura que pareça com a gente! rs rs rs desde o ano passado rimos muito com o resultado dos desenhos… mas continuamos a tentar!

APLICATIVO:

Nao consegui localizar a programação no aplicativo e, no Site, não localizei horário de apresentação do Globo da Morte ou outros eventos exceto os Shows. Sugiro inserir tudo o que o evento oferece

EVENTO PARA A FAMILIA:

Sim, é um evento para toda a familia, afinal, quem não aprecia motocicletas lindas, estas tribos excêntricas, shows etc…. encontramos de babies a vovôs, todos animados e curiosos.

ANO QUE VEM:

Ano que vem teremos surpresas na semana da Moto em Brasilia. Outros lugares participarão do evento independentemente se os organizadores não os chamarem para a programação geral. Claro que não me refiro ao evento Paralelo que também fui visitar. Aliás, ao invés de competir com o BCMW, deveriam oferecer algo diferente para que o público tivesse interesse em ir, como DRIFT, única coisa interessante que vi lá, apesar de não ter nada a ver com moto! rs…. visto como funciona em Daytona. Unem forças e opções ao invés de ficarem disputando o mesmo publico e ofertas. Visto o bom exemplo da Loja da HD, na 510 Norte. Tenho sugestões a compartilhar sobre este assunto também.  Estou fazendo um projeto para esta semana de evento de moto em Brasilia, afinal, sou gestora também.

E assim Brasilia vai ficando cada vez mais interessante, né? E viva a nós, motociclistas mulheres!